25 de jul de 2010


"- Boa noite mãe.
- Boa noite , sonhe com as estrelas."

De todas as princesas de contos de fadas, sempre quis ser a Bela Adormecida, não porque era bela ou tinha um princípe,mas porque dormia por cem anos ou mais. Depois do meu último semestre nas faculdades, acho que nem a Bela Adormecida iria querer acordar de seu sono. Ela deixaria um servo a postos para cuidar para que ela não fosse acordada!
E dormiria pra sempre. Nos sonhos, só haveria estrelas...

16 de jul de 2010



Por muito tempo achei que a ausência é falta. 
E lastimava, ignorante, a falta.
  Hoje não a lastimo. Não há falta na ausência.  
A ausência é um estar em mim.
- Carlos Drummond de Andrade


Estive pensando sobre o que realmente significa a ausência.
Para muitos significa a falta de alguém, o ''não'' estar de alguém.
A minha ausência, é a vontade de ter e não poder, é o abraço que eu não posso dar, o beijo que eu não posso sentir,os olhos que eu não consigo encontrar!
De verdade eu não queria sentir essas sensações que a ausência me traz,eu não queria me sentir tão impotente por necessitar tanto assim de alguém, mas são alguns desses sentimentos que ainda conseguem manter um pouco do equilíbrio que ainda me resta.
Ser dependente de alguém era um estado que eu nunca queria chegar, e por pura ironia do destino, aqui estou eu, me afundando nessa ausência, enquanto ela não vem.
Mas se ser dependente de alguém é o que me fará feliz um dia, sou totalmente dependente de você.

11 de jul de 2010


Enquanto meus braços não são capazes de te alcançar,
contento-me com a certeza de que estamos sob o mesmo céu, 
e com a chance de estares olhando para a mesma estrela que eu.

- Lucas Silveira

Ela encarava o céu e repetia que as estrelas eram a coisa mais linda de se ver no mundo e, que daria tudo pra tê-las.
Ele, encarando o chão, pensava em uma forma de dizer que discordava.
Se tivesse coragem, ele a olharia nos olhos dela e diria que as estrelas não são nem de perto a coisa mais linda do mundo, perto dos olhos dela enquanto olha um céu estrelado. Diria que a coisa mais linda de se ver é o brilho que surge neles quando ela fala sobre as estrelas.
Se tivesse coragem, diria ainda que pedia todos os dias aos céus, às estrelas e a qualquer coisa que fosse um pouco mais divina do que ele que cedesse um pouco deste brilho para si e que assim, pelo menos uma vez, ela olhasse para ele com o mesmo fervor com que admira estes corpos celestes. Ele diria que implorava aos astros que fizessem o seu nome sair da boca dela com a mesma paixão com que a palavra estrela era dita.
Se tivesse coragem, ele falaria que não precisa das estrelas, pois mesmo que os céus se apagassem ele ainda estaria repleto de luz se ela estivesse ao seu lado.
Se tivesse coragem, tomaria o rosto daquela garota nas mãos e diria que não via razão para que ela quisesse tanto ver estrelas, sendo que bastava um espelho para que ela enxergasse o mais belo brilho do mundo.
 Dito isso, ele traria o rosto dela para perto e mostraria por que estava ali e sempre esteve ao seu lado e a roubaria para si para sempre.
Se tivesse coragem, se ela aceitasse.
Sua coragem é falha, principalmente quando se tratam de palavras a serem ditas. Elas sobem até o meio da garganta e se desfazem num nó, que não permite nada além de lágrimas.
Ele então suspirou e olhou para o céu outra vez:
- Sim, são lindas as estrelas.



É, aprendi uma coisa importante. " Tempo é questão de prioridade. " 
Apesar de ter uma idéia definida sobre o tempo, me permitiu entender melhor os outros e a mim mesma.
Na minha vida tudo sempre foi corrido. Enquanto uns pensavam, eu ja tinha tudo pronto. 
Eu queria que as coisas acontececem na hora exata. 
A paciencia não me deixava esperar sentimentos brotarem em mim. 
Isso não me deixava viver a intensidade das coisas. 
Priorizava demais as coisas, e não as pessoas , os sentimentos. 
Agora, dou prioridade antes aos meus sentimentos. 
As peças voltam ao lugar. Tudo se inverte. 
 Porque é exatamente isso o que acontece.
Quando você encontra alguém, surge um novo caminho, um novo capítulo. 
Surge uma coisa que nunca havia surgido antes: a história não é mais só sua, ou só dele. 
A história passa a ser de vocês dois e o que vier depois. 
Dê tempo para tudo isso se tornar realidade. 
Espere. Vale a pena !


Minha prioridade hoje é ser feliz, e fazer quem está do meu lado ainda mais feliz!

 
" Não precisa correr tanto, o que é seu às mãos lhe há de vir. "
-  Machado de Assis


Embora não tenha muitos motivos pra acreditar nisso, acredito.
Porque acreditando fica mais fácil de acontecer, assim penso eu.
E seja suas poucas certezas e suas muitas dúvidas. Seus medos. Suas saudades. Sua razão ou a falta dela. Sua loucura. Sua paz. Sua guerra. Sua espera. Seu coração.
Essa hora cedo ou tarde chega.
As vezes essa é a hora de uma alegria louca, outras vezes é a hora da dor mais pungente !
 Essa é a hora mais sua. A mais verdadeira. A mais desconcertante. Desafinada. e importante.
Sei que não importa o lugar nem o tempo - a gente vai se encontrar.
E esse dia vai ser tão claro, tão quente ,tão lindo.
Porque eu quero por-do-sol colorido, uma noite entre as estrelas, um abraço apertado.
Eu quero mais é dançar na chuva .
Mas por hoje, eu só quero é sentir.
E como num passe de mágica, tudo fica mais leve, mais brando e as estrelas cintilam sobre mim.

Desafio.

DEFININDO-ME EM IMAGENS.

Quem sou: 
O que me faz sorrir:
O que me faz chorar:

Minha cor:

Hobby:

Sonho:

Melhor lembrança:

Esporte:

Música:

Filme:

Pecado:

3 lembranças fofas da infância:


O que eu sinto e desejo hoje:
Repasso esse desafio com carinho para:
http://poeta-fingidor.blogspot.com/
http://analiseparticular.blogspot.com/
http://fredguimaraes.blogspot.com/

10 de jul de 2010



" - Só sei que nós nos amamos muito...
- Porque você está usando o verbo no presente? Você ainda me ama?
- Não, eu falei no passado!
- Curioso né? É a mesma conjugação.
- Que língua doida! Quer dizer que nós estamos condenados a amar para sempre?
- E não é o que acontece? Digo, nosso amor nunca acaba, o que acaba são as relações...
- Pensar assim me assusta.
- Porque? Você acha isso ruim?
- É que nessas coisas de amor eu sempre dôo demais...
- Você usou o verbo 'doer' ou 'doar'?
[Pausa]
- Pois é, também dá no mesmo... "

- Gian Fabra -



- E eu não teria coragem de te beijar. - mentiu descaradamente.Seus olhos sorriam para meus lábios como quem suplica que se prove o contrário.
O máximo que meu corpo trêmulo conseguiu em resposta foi um sorriso amedontrado.Como não ter medo de um momento assim? Suas mãos em minha cintura, aquele sorriso em mim.
O que aconteceu no segundo seguinte mal consigo descrever.Uma onda de calor tomou conta de meu corpo e uma estranha felicidade, o meu coração.
- Pare! -eu pedi. - Somos amigos.Melhores amigos.
Dizem que beijar amigos é o pior crime que se pode cometer.Mas,por que diabos nos atraíamos tanto?Por que sempre íamos parar no mesmo lugar? Sempre tão perto, sempre tão longe.
- Eu tenho que ir pra faculdade. - tentei dizer. - Você tem que ir pra casa! - sua boca continuava na minha, suas mãos ainda me apertavam e seu coração junto ao meu, batia descompassado.
Mas o que eu estava fazendo ali? Destruindo minha amizade. Eu não queria daquele jeito.Eu queria mais. Eu queria pra sempre.
-Vamos sair daqui! - repeti em vão.
Olhei em volta, e tudo tinha um brilho a mais, uma cor a mais.Não sei ao certo quanto tempo demorei para conseguir me soltar daquele abraço tão apertado, tão desejado.
- Nunca imaginei que chegaríamos a tanto. - ele me disse, quase suspirando.


Apenas um trecho do meu primeiro livro :)
Que enfim consegui arrumar um tempo pra dedicar a esse sonho!