17 de set de 2010


Vai dizer que você não me amou, que você não me desejou uma noite se quer, diz pra mim. 
Vai dizer que você não pensou em mim sentado no banco daquela praça enquanto tocava aquela música que eu tanto gosto, diz pra mim.
Vai dizer que não tem vontade de me matar quando eu te chamo de sínico ou idiota,diz pra mim.
Aqui levando minha mão até meu coração, seguro o choro. dá tua mão pra mim, coloca aqui no meu peito, sente os batimentos, sente o desespero. 
Eu que nem amo ninguém, fico com o coração cheio desse amor .
  Porque amar não tem idade, não tem cor, é preto no branco.
Quando vê é amor, amor demais pra experiência de menos, e sabe que o pior disso tudo é que eu não consigo parar de te querer.

12 de set de 2010


O rosto estava inchado, o nariz vermelho e dos olhos ainda jorravam lágrimas. Lágimas e mais lágrimas. 
Ela estava apaixonada. Apaixonada pelo cara errado. Um cara normal, como todos os outros.
Ele era só um cara que gostava de futebol, tinha cantadas prontas, mil amigos e poucos compromissos como tantos outros caras.Um desses que não tem muitos atrativos, só mais um em um milhão. 
Um cara que sempre me fazia rir e conseguia me erguer dos meus tombos.
Mas não era só mais um. Era ele ...
E ela voltava a chorar.
O travesseiro molhado ,o relógio marcando 3 da manhã e ela apenas chorava. Tentando sem realmente conseguir, dizer a si mesma que o esqueceria, afinal era só mais um cara. E ela já esqueceu outros caras antes. Ao mesmo tempo que precisava esquecer para continuar a viver, era horrível não lembrar.
O pior de tudo isso é que, ela sabe que ele também gosta dela.
Mas continua repetindo para si mesma se culpando: "Quem mandou se apaixonar pelo cara errado?!"

11 de set de 2010



Ela acordou às cinco e meia.
Bem antes do horário que pretendia acordar.
Estava escuro e o silêncio permitia se ouvir o primeiro canto de bom dia dos pássaros.
Então ficou ali pensando no que havia se passado...
Ela não tinha muita certeza, mas possuia lembranças boas também.
As ruins ela preferia esquecer.
Havia o sorriso, o carinho, as doces palavras, o cuidado, o olhar.
As lembranças tomaram conta de todos os seus sentidos, e então sorrindo, adormeceu sentindo os braços dele em volta de seu corpo.

4 de set de 2010

Aquilo que dá no coração e nos joga nessa sinuca
Que faz perder o ar e a razão e arrepia o pêlo da nuca.
Avassalador
Chega sem avisar!

- Lenine


Hoje eu quis fugir. Fugir das pessoas que eu conheço,de mim e até de ti.
Me deu vontade de sumir sem deixar um bilhete de adeus.
Sumir tempo suficiente pra me encontrar.
Apenas o vazio e eu. Apenas o silêncio e meus pensamentos.
Quis chorar até ficar submersa por minhas lágrimas, gritar até perder a voz e sair em busca de respostas que tem me tirado o sono.
Hoje eu quis acalmar meu coração.
Pois ele está inquieto e sangra mais a cada dia.
O vazio em meu peito exige uma resposta.
Quero virgulas, reticências mas nunca o ponto final.
Não, eu não quero.